domingo, 30 de dezembro de 2018

Chegou o fim de um ciclo.

Pensei muito!Bastante até, fiquei ansiosa, pesei os prós e os contras, mas chegou o fim...
Sim o Cordon Bleu Bird vai fechar,(in)felizmente não para obras mas para sempre, isto porque já não me identifico com ele, já nada me diz, foram várias as vezes em que pensei o que faria com ele, afinal foi o sitio que foi meu diário durante 3anos, e 2anos que foram importantas para mim.
Mas....
Pessoa que nasce com o bichinho da escrita sera sempre "escritora" certo?
Já existe um blogue novo, já esta criado, tratado ao meu gosto(simples,mas elegante a meu ver), e que será a minha proxima casa até que dê.

O Cordon Bleu Bird será sempre a minha casa, será sempre aquele blogue que presenciou o meu casamento, todos os preparativos etc, tal como também me ajudou(imenso) a desanuviar com a doença e a morte da avó do meu marido. e isso não tem preço.
Sempre escrevi porque gosto, porque me dá prazer, tenha eu 1 pou 50mil seguidores, fui, sou e serei sempre a mesma pessoa que escreveu o primeiro texto deste blogue.

Agradeço imenso o facto de estarem sempre aí, a ler seja uma frase, um texto, uma lágrima, vocês são impecáveis,mas chegou o fim.
O Cordon Bleu Bird levar-vos-á sempre no seu coração.

Porém, e como disse em cima, já tenho uma casinha nova, ainda não escrevi nada, a seguir a este texto vou lá colocar o primeiro passo!O primeiro texto de uma nova caminhada.

O Cordon Bleu Bird vai-se tornar privado nos fins de Janeiro, não o podia apagar, será sempre a minha casa  , e como tal não consigo apagá-lo. Ficará aberto até fins de Janeiro, porque no final deste texto vou colocar o Link da "nossa" nova casa, para quem quiser continuar este caminho comigo posa saber onde moro.

Desejo-vos um excelente 2019!
Um sonho sonhado só, é um sonho, um sonho sonhado junto é realidade.

Obrigada por estarem sempre aí! Estou de heart cheio!💓

Nova casa Vamos escrever 1pouco?

With love.
Vanessa↟


terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Um mês depois cá estou eu a escrever novamente.... Pedir desculpas?!Já não vale a pena,este ano tem sido mais o tempo em que não escrevo do que escrevo... Mas, a verdade é que não dá, todo aquele cliché de que quando se trabalha muito, o blogue fica de lado é tão verdade como chover no Inverno.
Ando com muito trabalho é essa a verdade e os fins-de-semana são para organizar casa, semana, etc etc, e claro alimentar o casamento.
Como é mais que óbvio o blogue fica de lado, a ganhar pó!Desculpem, ou não desculpem! Mas é esta a realidade, depois quando tenho um tempinho para mim,(do pouco que tenho) é para ver alguma série que o marido não vê, ou para ler.....

Bem, não quero estar a prometer que isto vai mudar, porque possivelmente isso não vai acontecer, e já que estou a escrever, quero desejar-vos, os que estiverem por ai(ainda) um feliz e santo Natal, e um excelente 2019....

Espero voltar em 2019. Mas se isso não acontecer, obrigada por todo o carinho que me tem dado.Estou-vos grata por isso.


Beijinhos e até um dia!

terça-feira, 13 de novembro de 2018

O meu sobrinho entrou este ano para a primária, tem 7anos. Pelo que a minha irmã me diz ele gosta imenso da escola, e já tem uns amiguinhos, fico extremamente feliz por isso. "Acho-me velha", ao ver o quanto ele cresceu, ainda ontem a minha irmã me disse que estava grávida e o miúdo já está no primeiro ano!

Adelante...
Ora tem à volta de dois meses de escola e a professora já o anda a massacrar e a mandar bilhetes para casa, por causa da letra! Tem que melhorar a letra! Por favor ele só entrou na escola há dois meses e já estão a exigir assim?! Até ao quarto ano a minha letra era horrível, a dita letra de médico... Às vezes nem eu própria a percebia  ahah e só lá para o quinto ano é que começou a ficar bonitinha, não é linda, nem fantástica mas entende-se bem.
Se às vezes entendo a exigência (dentro de contexto claro) outras não entendo e está não entendo, não consigo entender o porquê de andar a massacrar o miúdo e vá a minha irmã por causa da letra... Se ainda agora começou o primeiro ano. Enfim...

With love.
Vanessa⇞

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Não gosto que me  andem a pedinchar para seguir seja o que for, seja blogue, seja instagram seja qualquer outra plataforma que tenha números...

Porém quando me vêm dizer para ir dar uma espreitadela não me importo nada, até porque ao gostar de ler, gosto de descobrir também novos talentos, mas se já inclui a palavra "segues" esqueçam....

Existe uma matéria que eu amo de paixão juntamente com crianças, medicina. Sim leram bem, gosto de ver sangue, cortes, tudo o que envolve, tanto que o meu ginecologista explicou-me o procedimento da minha operação e eu ao pesquisar sabia bem o que me iam fazer.... Voltanto ao assunto. Estava a escrever que gosto de tudo o que envolve medicina... Então uns destes dias, um doctor coloca um gosto numa foto minha do insta, claro que fui ver quem era e ao saber o que era "tentei infiltrar-me" no insta, ele era dentista e abordava algumas coisas interessantes. Certinho! Coloquei um gosto na sua página até porque, e apesar de medicina dentária não me encher bem o olho há coisas que são interessantes saber.
Nisto, recebo uma mensagem a agradecer o facto de seguir a sua página e que ele tinha um perfil próprio para eu ir dar uma espreitadela etc... Fui ver (lógico), até porque às vezes as páginas de um perfil de trabalho são diferentes de um perfil próprio, e era o caso, o perfil próprio abordava  assuntos de medicina dentária, que não eram os mesmos que abordava no seu perfil de trabalho. Coloquei gosto.

Cinco minutos depois, recebo outra mensagem a agradecer e para ir dar uma espreitadela ao perfil do irmão e meter gosto!!! My Lord, fiquei com calafrios, quer dizer eu coloquei gosto porque gostei do que vi não porque ele me mandou, e ainda me veio pedir para ir ver o do irmão?! Eu só me ria. Mandei mensagem a dizer se não tinha mais ninguém da família para eu seguir! Bloqueeio e acabou-se logo o assunto.

Realmente....
Já vos aconteceu algo do género?

With love.
Vanessa ⇞

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Aumentar a população em Portugal?

Não, este texto não é mais um sobre estatísticas da nossa população, ou como havemos de a aumentar, ou... seja como for...

Estes dias fui abordada por uma senhora (conhecida)e perguntou-me descaradamente quando é que eu ia começar a trabalhar para ter filhos!Sim!Leram bem!Ter filhos!Logo eu que tenhos outros objectivos na vida, e pretendo com que se realizem antes de eu ser mãe!

Fiquei a olhar para a senhora e não sabia se havia de rir ou de chorar!My Lord! Disse-lhe que ainda era nova e que neste momento não estava nos meus planos ser mãe, claro que se acontecer... (não pode acontecer, porque não posso engravidar visto estar a fazer um tratamento contra o acne, e tenho que esperar de 6 meses a um ano depois de o terminar, e ainda não o terminei ahah) Mas a sra não sabe dessa parte, portanto deixei a pairar no ar.

Ainda me perguntou a idade que ficou indignada ao saber que eu tinha 28 anos, onde ela pensava que eu tinha uns 24 ahah(fonte da juventude é vida!)💓

De certo estou sendo cada vez mais abordada em questão de ter filhos ou não! E,não há uma conversa em que a palavra filhos não venha à baila.Claro que digo que além de neste momento não poder, não quero ter de todo um filho neste processo, ainda sou nova... Mas no fundo penso "E, se fosse uma pessoa do qual estava tentando engravidar e não estava a conseguir?"

Estas palavras magoam pessoas,(a mim não claro)mas deve ser doloroso ouvir "então quando têm filhos?!", quando o casal está à meses a tentar engravidar!ISSO MAGOA!

Temos que ter mais atenção às palavras que usamos, elas têm super poderes, e podemos magoar os super-heróis/heroínas com  coração fragilizado..

With Love
Vanessa⇞

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Se faz favor e obrigada?!

Será que custa tanto pedir algo e dizer Se faz favor e no final agradecer?Não é preciso mostrarem a placa dentária toda, como é lógico, mas o mínimo de educação nunca fez mal a ninguém.

"What?O que ela está a falar?!"😯

Passo a explicar, estava eu na fila do supermercado quando uma pessoa chega à minha beira e me pede para lhe dar uma caixa de chocolates, dei ,e ,se um se faz favor não foi dito ,um obrigada também não foi ...

Fui educada a agradecer e a pedir por favor, sempre, seja qual for a situação. E estas situações deixam-me a pensar em que mundo estamos,a pessoa não me conhece de lado nenhum, e mesmo que conhecesse, agradecer(pelo menos) ficava bem, acho eu, que "sou da década passada".


With Love.
Vanessa ↟.

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Ainda é segunda-feira?

Eu e o meu marido gostamos muito de café, mas eu bebo mais que ele.

Há uns dias comprámos um copo de transporte de café, do Harry Potter é simplesmente mágnífico,e sempre que queremos beber um café americano bebemos nesse copo, ora este domingo decidimos que íamos beber a seguir ao almoço um café americano, ou seja um potão de café, às 15h. Normalmente só bebo café e é em "copos normais" até as 14h porque sei que me vai influenciar no sono,mas aqui a pessoa bebeu um copo gigante,que apesar de ter água continua gigante na mesma às 15h.... Eram 1h da manhã e eu sem conseguir dormir, foi uma noite tão agitada, eu mexia-me para um lado, mexia-me para outro e não consegui descansar direito.

Segunda era dia de trabalho, um dos dias em que eu tenho mais trabalho e a dormir 5h30,ia ser bonito ia. Durante o dia até aguentei bem, melhor do que eu pensava. Mas cheguei a casa às 20h30,morta,super cansada, mesmo morrida, morta, matada 😋.
Mal comi,um duche bem rápido foi muito bem-vindo e, pelas 21h15/30 estava na cama.Adormeci logo. O marido tinha ficado a fazer umas coisas e foi para a cama às 22.30.(sei a hora porque depois vi no telemóvel ). 
Sempre tive a sensação quando alguém está a olhar para mim até mesmo a dormir e ao ter essa sensação acordei, olhei para ele e perguntei se ainda era segunda - feira. Eu pensava que já estávamos no dia a seguir, que o despertador não tinha tocado e que me tinha atrasado para o trabalho. 
O homem ao ouvir aquilo ainda me perguntou se eu estava bem ahah. Disse que sim, fui ao WC e voltei para a cama. 
Porém o homem não estava descansado com aquele comentário começou a fazer perguntas e a saber como tinha sido o meu dia de trabalho. E nisto eu só pensava que queria dormir ... 

Ou seja, nunca mais vou beber um potão de café tão tarde, que me vai baralhar as ideias todas. 

With love. 
Vanessa ⇞