segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Há coisas que nunca se esquecem....

Já aqui tinha falado que tenho uma irmã mais nova que eu três anos(antes de me dar na cabeça e apagar os textos todos),  até falei que temos sempre algo juntas ou uma pulseira ou um fio/colar. Sempre fomos unidas, e temos um momento (temos vários, mas este marcou-me muito) que por anos que se passem nunca irei esquecer,já aqui falei que dos meus 3meses até aos 5anos estive num colégio de freiras(também apaguei o texto), porém a minha irmã sempre que lhe falávamos no tal colégio não queria ir e chorava(um dia conto o porquê), portanto os nossos pais meteram-nos no pré-escolar público, e num dos recreios, eu deixei-lhe cair o lanche da manhã, até aqui para a maioria de vocês tudo bem, para mim foi uma tempestade, não brinquei mais naquele dia, e chorei imenso, o que mais me lembro foi de nós as duas sentadas no beiral, eu com a minha cara nas suas pernas a chorar como se não houvesse o amanhã, lembro-me de ela me dizer que não tinha mal que depois bebia leite(aqueles leites que antes davam),mas eu não me confortei.
Vinte anos se passaram e sempre que relembro a situação fico com um sentimento estranho em mim. Há pouco tempo contei essa situação ao meu noivo e fiquei com a lágrima no olho só de a recordar. 
No fim ele diz-me "ohn minha Pitxuquinha 20anos depois ainda ficas assim, és um coração de manteiga."
E sim sou um coração de manteiga, mas nunca a mais irei esquecer aquele momento porque só de pensar que naquele dia a minha irmã não comeu o lanche fico.... Nem sei explicar. 
Beijinhos.

4 comentários:

  1. awwww amor entre imrãos é algo mesmo especial ;)

    beijinho
    the-not-so-girlygirl.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Oh! Há momentos que nos marcam mesmo para sempre

    r: Eles são extraordinários *.* fico mesmo contente por ler isso!

    E que se continuem a descobrir todos os dias :)

    ResponderEliminar
  3. São coisas que parecem simples/normais aos olhos dos outros mas que nos tocam!

    Beijocas, Hellen ❤
    http://instantesimprovaveis.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Às vezes são estes pequenos episódios que mais nos marcam.

    ResponderEliminar