quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Caso um tanto ou pouco insólito...

A quinta onde vamos casar é em Cascais, e o Senhor que vai organizar tudo disse-nos para irmos à conservatória de Cascais tratar dos papéis, e assim pedimos para eles irem à quinta, pois se fosse à conservatória da minha residência e tendo que esta fazer a deslocação iria ser um pouco mais caro, e ontem foi dia de ir tratar do assunto, quais papeis iríamos precisar , o que era preciso fazer etc, etc. Visto que era só para fazer umas perguntinhas, o meu noivo não foi e em vez dele foi o meu sogro.
Ok, chegámos a conservatória, tiramos a senha e tinha 4pessoas à frente, pensava que fosse pior...
Como não me apetecia sentar fiquei ao lado da máquina das senhas, é escusado dizer que durante o tempo que lá estive os idosos vinham ter comigo a perguntar qual era a senha para X ou Y, claro que eu não me importei de explicar, mas achei piada, até que me apareceu um senhor que me pergunta que quer tirar a senha para fazer o B.I, carreguei no botão e o senhor muito gentil agradeceu, entretanto passados minutos veio ter comigo e disse que queria fazer o B.I e que não queria a senha das heranças e mais não sei o quê, ou seja quem lá esteve antes do senhor tirou a senha e deixou lá ficar, e, eu ao não reparar tirei essa, o senhor aflito que não queria nada com heranças, claro que eu pedi desculpa, não devia porque 1º:não trabalhava ali, e 2º eu já tinha explicado como tinha que fazer, claro que os meus pais me educaram para ser educada com toda a gente, porque hoje eles amanhã somos nós que podemos estar naquela situação, portanto lá carreguei para tirar a senha que já estava tirada, visto que a das heranças estava a encravar aquilo tudo....
Até aqui tudo bem, isto são coisas que acontecem , sou chamada e o meu sogro, vem comigo, e eu digo que quero abrir um processo de casamento para casar em Setembro e que queria que fossem à quinta e como tal queria saber o que era preciso.
A senhora perguntou-me o nome da quinta e eu respondi que era a quinta X, perguntou o dia, e eu disse e ela respondeu que só poderia abrir o processo em fins de Março princípios de Abril, até tudo perfeito não foi?Assim lendo sim, mas quando eu disse que queria casar a senhora imediatamente começou a olhar para o meu sogro, deve ter pensado que eu ia casar com ele, e mesmo que fosse ela não tinha nada a ver com isso.
Depois perguntou-me qual era o meu estado civil,e eu disse que era solteira, e ela muito séria "Solteira?" e eu disse que sim, que estou noiva para casar, mas que sou solteira, nunca casei! E nisto ela olha para o meu sogro, e ele diz que não é ele o noivo que é o filho.... Deu-me a sensação que a mulher respirou de alivio, mas sinceramente ela não tinha nada a ver com a minha vida, eu posso casar com quem eu quiser... E posto isto ela perguntou qual o estado civil do noivo e eu ao responder que também era solteiro, disse que era só preciso o CCidadão, dinheiro e os noivos.

Acredito que ela já tenha visto de tudo, mas não deve julgar pela aparência, e como já repeti, se eu quisesse casar com quem quer que seja ela não tinha nada a ver com isso, apenas tinha que me dar as indicações.
E pronto, em Abril vamos abrir o processo de casamento e até lá vamos organizar as outras coisinhas.
Beijinhos*

3 comentários:

  1. Ahaha toda essa situação foi Top XD vá, eu sei que ninguém tem nada a ver com a tua vida mas tens de admitir que é estranho a ideia de ires casar com alguém com idade para ser teu pai! Eu sei que o amor não escolhe idades mas still ... XD
    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
  2. A questão fundamental é mesmo essa, ela não tem que julgar. O trabalho dela não é esse.

    ResponderEliminar
  3. As pessoas gostam muito de julgar os outros...

    ResponderEliminar