quinta-feira, 30 de março de 2017

Quase todas nós sonhamos em casar, ou pelo menos já nos passou pela cabeça como seria aquele dia.
E eu não sou excepção, na minha adolescência sonhava com casamento com vestido de noiva, com aquele dia em concreto, porém comecei a namorar e tal e o assunto de casamento nunca mas nunca veio ao de cima, vim morar com ele, e foram várias as vezes em que lhe dizia que um dia gostava de casar, não querendo dizer que fosse naquele momento em especifico mas um dia qualquer , passados não sei quantos anos, e , e sua resposta era sempre que o casamento para ele não lhe dizia nada em especial que não eram uns papeis assinados por nós que iam mostrar o quanto eu era importante para ele e o quanto ele me amava.
Eu dizia que sim que compreendia, mas no fundo ficava triste, porque se ele me amava e eu o amava porquê não casar-mos?
Nós desde que estamos juntos(2009) que, nos tratamos como marido e mulher, era o meu marido para aqui o meu marido para ali, era isto era aquilo, havia amor, sintonia, amizade, havia tudo e continua a haver, e a pouco e pouco fui deixando o meu sonho adormecer, como um bebé, bem lentamente e sem o querer acordar.
Foram várias as vezes em que nos perguntavam, quando casávamos, quando tínhamos filhos, que era só chegar à conservatória e assinar um papel, mais isto e mais aquilo.
E eu cheguei a dizer que não queria casar, que ..... (lágrimas...) que esse já não era mais o meu sonho, que tinha outros objectivos na vida e que casar não era um deles.
Amava-o , e se fosse obrigá-lo para dar tudo errado, e cada um ir para seu lado eu preferia ficar assim, pois assim nós estávamos felizes.
Anos passaram (alguns), até que o ano passado, bem no inicio de 2016 ele começou a falar comigo que gostava de casar comigo, coisa simples, mas que estava na altura.Claro que eu primeiro fiquei em choque, e só dizia "depois vimos isso", ou "Logo se vê..." coisas do género, mas... No fundo aquele bébé sobre o casamento que antes estava adormecido, começou a acordar, e eu a pouco e pouco fui pensado nisto ou naquilo, coloquei uma pulseira do senhor do bonfim(aquelas em que damos 3 nós pedimos 3 desejos), no pulso e pronto... Fomos andando vários meses até que a pulseira se partiu e eu pensei "oh devo ter prendido em alguma coisa e a pulseira partiu", já estava bem fininha e frágil, e, passado 1 mês estava a ser pedida em casamento.... (Mais lágrimas), sei que para muitas pode não significar nada, mas par mim tem um pouco de significado,pois quando em 2009 falava em casamento e metia a pulseira com esse desejo a pulseira nunca mas nunca partia , era eu quem tinha que a cortar...
O que quero dizer com isto é que seja quem for quem nos guia, ele/a tem sempre um destino para nós, tem sempre uma estrada que percorremos e que cortamos a meta, tem sempre.
Quem nos guia, deu aquele clique de que estava na altura de nos casarmos, e fez com que se mudasse de opinião.
Ainda me parece um sonho, o sonho bebÈ que eu antes tinha adormecido e daqui a 6meses serei uma pessoa casada.Feliz (já o era)mas casada.

Acreditem nos vossos sonhos, e nos vossos desejos eles realizam-se,
Beijinhos.
Vanessa*

4 comentários:

  1. Tudo acontece no momento certo, acredito muito nisso!
    Vais realizar o teu sonho, isso é ótimo. E é ainda melhor perceber que passou a ser um sonho a dois.

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Fico feliz por saber que um sonho seu está a ser concretizado! É tão bom quando um casal encontra o equilíbrio nos desejos um do outro!

    https://jusajublog.blogspot.pt/

    https://jusajublog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Quando tem que ser tem que ser :p
    Fizeste bem em não pressionar, ainda ficavas sem ele ou ele casava contrariado.
    Sejam sempre felizes :D

    ResponderEliminar
  4. Não é nada de outro mundo mas, eu percebo-te, é muito especial para nós. Principalmente quando era algo em que tinhamos deixado de pensar. Parabéns pela nova fase, parabéns por essa união e amor, que assim seja sempre :) Beijinhos

    ResponderEliminar