quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Carinhos matinais

Não me sinto bem em ir para o trabalho sem lhe dar um beijo(normalmente sou eu quem sai primeiro), sem lhe desejar um bom dia e lhe dizer um Amo-te, é lamechas mas já faz parte de mim, de nós.
Houve uma vez em que ia a sair sem lhe dar o nosso beijinho e ele diz "Oh amor não te esqueceste de nada?). E uma pessoa habitua-se a estas coisas que para nós já fazem parte do dia a dia.


Boa quarta-feira.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Recuerdos


A cada cidade que visito tenho por hábito comprar recordações para mais tarde recordar, para além das típicas fotos que todos tiramos em locais turísticos , compro ímans, porta-chaves, t-shirts , camisolas quentinhas, pulseiras, algo que simbolize a cidade em questão é claro que não trago tudo da mesma cidade, porém o que compro sempre são imans.
E vocês gostam de recuerdos?Costumam comprar?

P:S: Compro quer seja de uma cidade Portuguesa ou não.

domingo, 21 de agosto de 2016

Combinações deliciosas


Ontem quando acordámos ele pergunta-me o que queria fazer naquele dia, como não tinha nenhuma ideia disse-lhe que era ele a "programar e decidir"o que se queria fazer, passados 5minutos já estava com ideias, entre as quais uma ida ao cinema, e depois iríamos jantar foram , mas como estava indeciso quem acabou por decidir onde se iria jantar fui eu!O escolhido  foi o Gutsy, existe em Carcavelos e em Lisboa,porém como estávamos mais perto de Carcavelos fomos lá.
Devo dizer que adorei todo o ambiente, Gutsy é um hambúrgueria e tem duas modalidades, o rodízio de 8 mini-hambúrgueres(100g cada um) ou tens um hambúrguer gigante com 400g de carne e claro depois também há os hambúrgueres em pratos comuns.Escolhemos os mini-hambúrgueres, e são deliciosos fomos muito bem atendidos, e sempre a perguntar se estávamos a gostar, também gostámos muito da sobremesa, que vem em copo de shot, logo é pequenina e não dá para enjoa.
Eu experimentei o Chessecake de Nutella e ele a mousse de Oreo.
Quero lá voltar e comer o hambúrguer grande, fiquei super deliciada com o Gutsy.
Já Conheciam?



Bom Domingo.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Estou a ficar uma cozinheira tradicional :).


Gosto de cozinhar, relaxa-me mas detesto que me digam o que tenho que fazer, gosto de criticas construtivas,de pessoas honestas e  que me digam quando algo está bom ou não, mas detesto mesmo que mandem bitaites sobre o que devo fazer, se sou eu que estou a cozinhar e não pedi opinião a ninguém essas pessoas que fiquem caladinhas.
Não sou pessoa de fazer um cozido à portuguesa, até porque não sei ahah, nem sei fazer uma feijoada , sou mais cozinheira de massas e de inventar, eu adoro inventar, podem dar-me 3 ingredientes que dali sairá uma refeição, porém nesta quinta pediram-me para fazer uma jardineira, e eu a pensar "ai cùm caraças e agora?" lá andei a ver, fiz a jardineira e todos repetiram o prato éramos cinco pessoas e todos disseram que estava uma maravilha, a minha sogra, que é a pessoa mais honesta que eu conheço, não me diz que está bom só por dizer, disse-me que estava maravilhoso, portanto estou a ficar qualquer coisa de uma cozinheira tradicional , vá só me falta a feijoada , o cozido e talvez uma orelha de porco pelo meio(odeio orelha de porco ,mas se gostam uma pessoa aprende).



Boa sexta-feira :).

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Mudanças com a idade

Nunca fui menina/adolescente e jovem de usar muitos fios ou colares, apostava sempre nas pulseiras, nos anéis e nos brincos, mas mudam-se os tempos,nós amadurecemos e começamos a gostar de coisas que antes não eram muito bem vindas.
Sempre tive fios de ouro que não usava, porque ao estar a brincar e tal podia partir aquilo portanto os que tinha ficavam guardados para ocasiões mais especiais,tive um em prata que tinha um golfinho que me foi oferecido pela minha avó, esse sim na fase entre os 12/15 anos era a única coisa que usava, porém houve um dia em que tirei para limpar e nunca mais o coloquei, passaram-se anos e não usava nada, só em ocasiões especiais.
Até o ano passado me oferecem uma conta para a minha pulseira pandora (mas como era uma edição especial e só levava travões)e como não gosto de trocar presentes coloquei a conta no fio que antes tinha o golfinho e a pouco e pouco me fui encantando por esse objecto minimalista que nos dá aquele toque especial, entretanto fui comprando outros, tenho um que tem umas asas de anjo, tenho outro que tem um coração, um que tem a árvore da vida e no ano passado pela altura do Natal ofereçam-me um que eu estou apaixonada por ele, tem um anjo da guarda e é em prata dourada, é tão simples e tão minimalista que o torna único.

Bom feriado e uma boa segunda-feira,