sábado, 31 de dezembro de 2016

Não me lembro de me dizerem que ia ter uma irmã, muito menos me lembro da minha reacção, mas lembro-me de te ter ido ver ao hospital ,da birra que fiz quando me vim embora e a minha boneca favorita tinha que ficar mais um dia no hospital.
Lembro-me do dia que vieste para casa, vieste ao meu colo no carro, qual cadeirinha qual quê!Eras minha e por mais que me dissessem que não eras nenhum brinquedo eu sentia-me na obrigação de te proteger.
Lembro-me do superpoder do qual eu pensava que tinha que ao ver-te atravessar a rua e ver que vinha um carro mandei-me para cima deste do qual resultou uma grande cicatriz que ainda hoje esta bem presente, mas não me importava de o fazer novamente, se isso fosse para te salvar assim o faria.
Os anos passavam e a nossa união sempre foi a mesma, sempre fomos muito unidas e sempre que fosse necessário refilávamos uma com a outra, ainda hoje é assim, ahah, mas sei que sem ti a minha/nossa vida não era a mesma.
Sei que por mais que seja a nossa distância, o amor que nutre entre nós, será sempre o mesmo.

Que o dia de hoje se repita por vários biliões de anos e que este dia seja sempre único, seja teu, usufrui dele, gasta cada minuto, estoira cada segundo. Sê feliz.
Estás crescidinha, mas para mim continuas a ser a minha menina.24?!Quem diria mais uns anos e ultrapassas-me :P.
Parabéns, e que cada ano seja único, seja especial.
Amo-te.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Tradições...

Hello Birds!:)
Como foi o vosso Natal?Deste lado passou a correr, e foi bom, recebi umas das melhores prendas que poderia ter recebido, a minha mãe vai ser operada :), (Ela tem duas hérnias na virilha que lhe dificulta imenso o andar e tem chumbo na barriga/estômago devido ao comer carne de caça, e portanto andava a passar muito mal, não comia porque ficava mal disposta e contudo isto perdeu imenso peso, porém já vai ser operada, e vai correr tudo bem, tenho a certeza que sim e a notícia foi-me dada no dia 24 pela hora do almoço é claro que o resto do Natal foi mais relaxado), mas voltando ao assunto principal, vim cá falar-vos da minha tradição de Natal que trouxe comigo do Alentejo, visto que fazia-mos o mesmo.
E a tradição é nada mais nada menos de que no dia 25 tomar o pequeno-almoço com o pijama vestido, todos juntos, todos em pijama,e sabe tão bem!Sei que há pessoas que fazem o mesmo, e gostava mesmo que esta tradição se mantivesse sempre.
E vocês têm alguma tradição no Natal?
Beijinhos.

sábado, 24 de dezembro de 2016

Que todos vocês tenham um óptimo Natal e que todos os vossos desejos se realizem. 
Para a semana estou a trabalhar a meio gás por isso vou ter mais tempo para cá vir escrever. 

Beijinhos enormes e obrigada por estarem desse lado sempre a aturar as minhas maluqueiras,nos  bons e nos maus momentos  por isso um grande obrigada do fundo do coração. 
Merry christmas my dears! 

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Há coisas que nunca se esquecem....

Já aqui tinha falado que tenho uma irmã mais nova que eu três anos(antes de me dar na cabeça e apagar os textos todos),  até falei que temos sempre algo juntas ou uma pulseira ou um fio/colar. Sempre fomos unidas, e temos um momento (temos vários, mas este marcou-me muito) que por anos que se passem nunca irei esquecer,já aqui falei que dos meus 3meses até aos 5anos estive num colégio de freiras(também apaguei o texto), porém a minha irmã sempre que lhe falávamos no tal colégio não queria ir e chorava(um dia conto o porquê), portanto os nossos pais meteram-nos no pré-escolar público, e num dos recreios, eu deixei-lhe cair o lanche da manhã, até aqui para a maioria de vocês tudo bem, para mim foi uma tempestade, não brinquei mais naquele dia, e chorei imenso, o que mais me lembro foi de nós as duas sentadas no beiral, eu com a minha cara nas suas pernas a chorar como se não houvesse o amanhã, lembro-me de ela me dizer que não tinha mal que depois bebia leite(aqueles leites que antes davam),mas eu não me confortei.
Vinte anos se passaram e sempre que relembro a situação fico com um sentimento estranho em mim. Há pouco tempo contei essa situação ao meu noivo e fiquei com a lágrima no olho só de a recordar. 
No fim ele diz-me "ohn minha Pitxuquinha 20anos depois ainda ficas assim, és um coração de manteiga."
E sim sou um coração de manteiga, mas nunca a mais irei esquecer aquele momento porque só de pensar que naquele dia a minha irmã não comeu o lanche fico.... Nem sei explicar. 
Beijinhos.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Pai Natal sem renas?!

Hoje vi um Pai Natal sem renas, eu ia no autocarro e lá estava ele na paragem(pelos vistos, isto também anda mal  para o nosso barbudo), sem renas, mas com um saco às costas e com um enorme sorriso para oferecer.
Aos que iam no autocarro (que havia pessoas para todas as idades) fartaram-se de rir e houve quem lhe fizesse adeus e ele correspondeu.
Acredito que neste Natal haja por aí muitos senhores vestido do nosso tão famoso e querido Pai Natal. Obrigada por nos colocarem um sorriso de orelha a orelha logo pela manhã. E sim, eu ri-me ao vê-lo.

Beijinhos.