quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Tumor.Palavra que ouvida nos deixa imóveis, sem reacção, sem saber o que fazer ou dizer, sem saber respirar.Sem saber simplesmente nada e o nosso mundo fica tão pequeno como uma ervilha ainda em fase de crescimento e perguntamos "Porquê?".
Ontem, a avó do meu noivo teve alta, ligaram-nos para a irmos buscar, falámos com a médica e ela fala-nos em tumor no estômago. Já desconfiávamos, o histórico da família não é muito famoso nesse aspecto, dois irmãos já tinha morrido com esse tipo de cancro, e todos os sintomas que ela apresentava nos deixavam a pensar e a mentalizar-nos do que podia ser, mas, naquele momento todo o nosso mundo desaba,ouvir a palavra é como levar um tiro em que a nossa resposta se define a nada, em que o coração bate descompensadamente e ficamos ali a falar e sem compreender o que estamos a ouvir.
Infelizmente o tumor já está espalhado pelo organismo, daí a anemia, o vomitar sangue, etc etc, e portanto já não a vão operar, não sabem quanto tempo vai viver, pode viver meses ou anos, e neste momento a coisa está que equilibrada e ela não está a sentir dores, valha-nos isso, pois a nossa dor já é suficientemente grande.
E portanto vamos esperar, vamos ter que esperar pela morte, esperar para que ela não sofra.
Ela não sabe o que tem, e ainda ontem me disse que com a medicação que lhe receitarem oxalá que fique boa, ela não sabe!E nós não sabemos se lhe dizemos ou não, se deixamos que morra em paz, sem saber o que realmente tem.
E da nossa parte é fazer com que os últimos dias vivos sejam felizes, e que parta da melhor maneira.
Tumor, palavra forte. Destrutível em todos os aspectos.
Beijinhos*

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Sou uma pessoa do dia, o meu cérebro funciona bem melhor de dia do que durante a noite.
Gosto de me levantar cedo e fazer com que o dia seja produtivo, se por acaso me levantar mais tarde que as 10h da manhã já sinto que perdi metade da manhã, e o que tinha para fazer de manhã já era, e isso deixa-me tão furiosa....
Depois de um dia cheio de energia é ver-me pelas 21 já a cair para os lados.

Ps:costumo acordar durante a semana às 6.40h e ao fim de semana pelas 7h o meu corpo acorda por ele....
E vocês como anda o vosso soninho? :-)
Beijinhos.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Todos sabem que eu adoro crianças,sabe tão bem dar-lhes colinho, é relaxante tanto para elas como para nós que os colocamos bem pertinho do coração e ali ficamos sós nós e eles, e quando são bebés que até temos medo em lhes pegar o nosso colinho faz milagres.Sabe bem tratar deles como se fossem nossos filhos, e estamos presentes, nos seus primeiros passos, primeiras palavras, primeiras quedas, primeiros sorrisos... crianças são tão pequenos heróis e tão sonhadores que nos fazem pensar o que lhes vai na cabeça :-).
Ontem o meu primeiro bebé do qual fui ama fez 4anos!!! O tempo passa tão mas tão rápido que todos os nossos momentos são óptimos. Portanto ele fez anos e a mãe perguntou-me se eu podia ir ajudá-la, íamos à escola com um bolinho e fazíamos-lhe uma festa. Claro que disse que sim e lá fomos. Levámos balões e um bolo, quando nos viu ficou maravilhado. E dizia a todos os colegas que eu era a Vanessa, os seus olhos brilhavam, e ele estava tão contente...  Os colegas deles começaram a perguntar-me coisas e às tantas, eu estava sentada com metade da sala a contar histórias. Inventámos histórias e lemos outras tantas. A educadora disse-me para mandar o curriculum e que me queriam lá ahah.

Quando a festa terminou senti-me tão feliz por 20/30min ter sido uma educadora /auxiliar, e ao ver todos aqueles meninos alegres e atentos ao que eu lhes dizia e contava soube-me a pouco.
Ontem fiz também 2meses de noivado e o dia não poderia ter sido melhor.

No meio disto tudo tiraram-me uma fotografia, e que eu guardo com muito amor e carinho.

Beijinhos*

domingo, 8 de janeiro de 2017

EI!!! :).
Enquanto ao texto anterior, obrigada, a consulta correu bem e como já me tinham avisado tenho sinusite e tenho os dois canais do nariz tortos, vou ter que fazer uma TAC, e ver como está tudo para saber se tenho que ser operada ou não, visto que não respiro como deve ser do nariz, e só agora depois d´a otorrino me dizer é que comecei a reparar mais na minha respiração, e, realmente tem razão ahah, mas pronto.
A minha mãe está boa, e como vos tinha dito a operação correu bem,mas, não lhe retiraram o chumbo que tinha, pois pelos vistos o médico não era o especifico para tal, portanto lá vai a minha mãe ter que fazer mais exames e ter que ir a mais consultas para o retirar, e a minha avó está de vento em popa, ontem fomos vê-la ao hospital e a cor da cara está completamente diferente, entre sexta e sábado levou 4 transfusões de sangue.... A senhora esta a perder sangue e ainda não se sabe por onde, por isso vai ter que fazer vários exames para saber a origem da anemia e por onde anda a perder sangue, mas vai tudo correr bem, sempre se deu a volta ao assunto e sempre se conseguiu superar todas as dificuldades por isso esta também vamos conseguir.
O trabalho voltou em força e esta semana foi cansativa, mas dou graças por ter um trabalho, por isso este fim-de-semana foi para aproveitar e para descansar, ainda pensámos em ir ver um filme ou algo do género ao cinema, mas acabámos por ficar em casa que estávamos a precisar.
Bom Domingo.
Bejinhos*

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Primeiro texto de 2017!!YEY!! :)
Que 2017 vos traga muita felicidade, muito amor, e muita saúde.

O meu 2016 terminou bem e começou bem, como já aqui falei a minha mãe foi operada e correu tudo bem, hoje teve um consulta para o médico a ver(ainda não sei de nada,depois digo algo), portanto vamos lá ter pensamentos positivos e tudo vai correr bem.
Também já aqui falei da avó do meu noivo, e, em Novembro passado ela teve que levar transfusão de sangue por causa da anemia, e naquele momento pensaram que ela poderia ter mais algum problema, e marcou-se uma consulta de estômago para se ver, é claro que a médica sem ela fazer exames não lhe ia receitar nada, porém naquele momento não haviam vagas para ela ficar internada mas a médica disse que, na primeira ou segunda semana de Janeiro que a iria chamar, e hoje o telefone tocou...
Havia vaga portanto ela a oportunidade ideal para ela ser internada e fazer os ditos exames.Mas... Vocês já sabem como é uma senhora de 89 anos não é?Ela tremia por todo o lado e no hospital tive acalmá-la , dizendo que para poder tomar medicamentos tinha que fazer exames e este tipo de coisas, quando me vim embora deu-me um beijinhos enorme e disse-me "obrigada por tudo" ;`), custou-me mas a vida é mesmo assim e para ela ser tratada tinha que ser desta maneira.

Agora vamos falar de mim, como sabem eu passei o ano de 2016 doente, todos os meses ficava doente, e ora me diziam que era uma gripezinha, ou uma constipação primaveril, ou rinite, ou era resquícios da bronquite que tive há um ano, ou era a suspeita de eu ser alérgica a animais, e eu passei-me, não vou passar o resto da minha vida a ficar doente todos os meses a sentir a garganta e amígdalas inchadas, uma espécie de formigueiro no nariz e muitas das vezes um chiar vindo dos pulmões,(pareço uma velha eu sei, mas pronto...), até que ao falar nisto com uma colega ela me deu o número da sua otorrino e  eu marquei consulta para hoje, e portanto lá vou a mais uma consulta para saber se me resolvem o problema de vez!

Portanto acabámos 2016 em beleza e em beleza estamos em 2017, :), sim porque a minha mãe ter sido operada e a minha avó internada para fazer exames é bom, visto que os nossos serviços hospitalares estão como estão.

P.S a minha consulta é no particular, tenho seguro de saúde e já não me arrisquei mais ir para o público para sair de lá a dizerem-me que era uma gripe invernal.

Beijinhos e um óptimo 2017!!