sexta-feira, 23 de junho de 2017

"O destino une e separa. Mas nenhuma força é grande o suficiente para fazer esquecer pessoas que por algum motivo um dia nos fizeram felizes."

A avó do Noivinho não resistiu mais e faleceu esta terça-feira.
Está a descansar, acredito que está a olhar por nós.
Todas as palavras que nos foram ditas ficaram na nossa memória, não era minha avó de sangue, mas era do coração, Domingo passado fomos vê-la e ela que estava sempre a dormir, nesse dia olhou para mim, e voltou a fechar os olhos, o neto e a filha falaram para ela e ela não os abriu mais.Foi comigo que ela os abriu a última vez, foi comigo.
É impossível esquecer o momento e é grande a sensação de desconforto, de "falta algo".
No funeral foram os netos que levaram o caixão, com os senhores da funerária, e foi no momento em que lhe começam a mandar a terra que caiu a ficha e que era naquele momento que tudo acabava, que era mesmo a despedida.
Sei que aquilo não era viver, para não ter dores tinha que tomar/levar morfina, e sei que agora está a descansar, mas custa, custa muito.

Avó, sei que nos estás a ver e a guiar, e por isso agradeço-lhe todos os momentos que passámos juntas, todas as risadas que nos proporcionou, vou tratar bem do seu netinho, e de toda a nossa família.
Até já Avó.

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Andava à procura de fotografo para me fotografar o casamento e uma conhecida dá-me o número do fotografo que vai fotografar o dela.Entrei em contacto com ele e pedi-lhe para me mandar os orçamentos para que nós(noivos) ficássemos a conhecer mais um pouco sobre os preços que praticava e claro firmei que queria marcar uma reunião com ele pois queria saber como trabalhava e claro queria conhecer o seu trabalho.

Trocá-mos de e-mail, e ele mandou-me e-mail com os orçamentos que praticava até eram jeitosos em comparação com o que já me tinham pedido, porém disse-me que o dia que eu queria para marcar a reunião, não sabia se estava disponível e que me confirmava, claro que o coloquei à vontade, até porque era eu quem iria precisar dos seus serviços, e disse-lhe que se fosse possível para me avisar depois, ou para me dizer uma data para a reunião....
Esperei, um, dois, três dias, e nada, todos os dias ia ao e-mail e sinceramente até ficava triste, porque tinha mostrado interesse mas pelos vistos o interesse dele não remava com o meu, e ele nada me dizia, passou o dia em questão do qual eu tinha pedido para marcar a reunião e nada de nada, comecei à procura de outro.Não corro atrás de nenhum profissional do qual eu mostro interesse sobre os seus serviços e depois nem uma resposta me dá, onde foi ele o próprio a dizer que mais perto da data me dizia algo.

Entretanto a mãe da rapariga do qual ele vai fotografar entra em contacto com ele, e ele diz-lhe que tinha a certeza que me tinha mandado e-mail(não mandou, o último e-mail que tenho para ele até foi da minha parte, mas ok), mas para eu não me preocupar que ainda faltava muito tempo para o casamento, (Como assim?Caso em Setembro e os dias passam a correr...) que ele ainda estava disponível, e para eu entrar em contacto com ele, ou para ela lhe dar o meu número... WT??  Quer dizer, mando-lhe e-mail e simplesmente cagou para mim, e agora é que vem?Tudo bem podia simplesmente ter-se enganado em algo no e-mail, acontece aos melhores, mas eu é que não ia ficar de braços cruzados a verem os dias passarem e sem ele me dizer nada.

Hoje estivemos em reunião com um outro fotografo do qual gostei muito do trabalho, e pareceu-me ser um bom profissional,e fechámos para ele ir fotografar o nosso dia.
O outro era mais barato?Era. Mas também o interesse foi outro.

Não corram atrás de nenhum profissional do qual vocês mostram interesse e ele nem diz nada.
E portanto é isto... Já temos decoração, já temos fotografo, e lembranças, só falta, música e o bolo.

PS:Mandei e-mail ao primeiro fotografo a dizer que não ia precisar dos seus serviços, e agradeci.


terça-feira, 13 de junho de 2017

So Fluffy #4

Foto tirada do Pinterest

segunda-feira, 12 de junho de 2017

A avó do meu noivo....

Está ligada à vida, sim é verdade, como já aqui falei vai fazer 3 semanas amanhã que ela foi internada, deram previsões de que nada podiam fazer e era esperar, mas, se há dias em que parece que vai morrer e ficamos com o coração nas mãos, mas conscientes que é algo certo pois está a sofrer, tem outros que parece que tem vida para dar e vender, é estranho.

Quarta-feira passada fui vê-la , normalmente vou a um dia de semana que possa e ao Sábado, e ela estava benzinha, não tão boa como me tinham dito que estava no dia passado, mas estava sentada no sofá e até fez fisioterapia comigo ao lado, na quinta estava mais em baixo e na sexta basicamente já nem falava.Fiquei perplexa pois na quarta-feira tinha falado tão bem comigo, e fiquei mesmo a pensar naquilo, no Sábado fomos vê-la e ela nem se mexia, mal abriu os olhos e ainda tratou o neto por você, não o conheceu, e,por entre lágrimas disse-lhe que ela estava a sofrer e que mais dia menos dia ia morrer, e que esse dia estava próximo... Mas já não sei está.
Sei que nunca se está preparada para a morte de ninguém, mas temos que nos confortar com a hipótese pois é algo que vai acontecer.
Porém a senhora é rixa como tudo, ontem a minha sogra fui lá visitá-la com uma prima nossa e a senhora já falava, e já estava "melhor", hoje, já se sentava na cama, e falava muito bem...

É um misto de emoções pelo qual estamos a passar, se num dia vamos lá e saímos a pensar que era o último dia que a vimos, temos outros em que parece que a senhora "tem saúde para dar e vender".

Nós é que ainda ficamos apelidados de maluquinhos, porque quando nos perguntam como ela está, dizemos que está mal e que não sabemos quantos dias vai durar, e depois ela dá-nos as voltas e "renasce", por isso ficámos de dizer daqui para a diante quando nos perguntam como está "que está uns dias bons, uns dias menos bons", ainda vão pensar que queremos é a senhora morta.

Comentei com o meu noivo que ela vai esperar pelo nosso casamento, já falta pouco, e, tenho este feeling, não sei porquê.


sexta-feira, 9 de junho de 2017



Cheguei (cheguei)
Cheguei chegando
Bagunçando a zorra toda
E que se dane
Eu quero mais é que se exploda
Porque ninguém vai estragar meu dia
Avisa lá, pode falar

Bom fim-de-semana.
Beijinhos*